Aroldo Martins destina destina R$500.000,00 para Fundação Araucária

5 de maio de 2020
Aroldo Martins - Fundação Araucária

Aroldo Martins - Fundação Araucária

O Deputado federal Aroldo Martins (Republicanos) destinou emenda parlamentar no valor de R$ 500 mil para a efetivação de um projeto-piloto que será realizado em parceria entre a Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná (PA) e as Pró-Reitorias de Extensão das sete universidades estaduais, UFPR e da UTFPR, com participação da Secretaria Estadual de Educação.

Os recursos serão destinados para a custear bolsas e a compra de material para implantação e desenvolvimento de aulas de artes marciais para crianças e adolescentes de 10 a 17 anos em situação de vulnerabilidade social, matriculados em colégios estaduais.

Aroldo Martins é bastante engajado com as causas sociais e viu na Fundação Araucária, a parceria ideal para a realização deste programa que tem como importante instrumento pedagógico as artes marciais nas escolas da rede pública.

Nosso trabalho é muito voltado para a inclusão social, para crianças e jovens, para as famílias brasileiras. Eu acredito muito no esporte para o bom encaminhamento dos jovens. Vivemos um problema muito sério com a questão das drogas e o esporte pode salvar muitos jovens.
No caso das artes marciais há um trabalho intenso de incentivo ao respeito e à disciplina. Este contato dos jovens com o meio universitário, neste programa, dará a eles a ideia de que este não é um mundo inatingível para eles. Estar dentro da universidade é um sonho que nós vamos alimentar nos jovens”, disse Aroldo.

Aroldo Martins é mestre de Taekwondo e sempre desenvolveu seu trabalho nas artes marciais para a inclusão social, principalmente com jovens da periferia.

A prática das artes marciais é um eficiente instrumento para o combate ao uso de drogas. A contribuição desta prática esportiva vai muito além, previne a depressão, a auto-mutilação e o suicídio, devido à liberação dos nerotransmissores endorfina, seretonina e a dopamina, responsáveis pelo prazer e pelo bom humor, por exemplo.
Vale lembrar ainda que os aspectos filosóficos que contribuem para a boa formação do caráter dos jovens está no cerne das artes marciais. Acredito que esse projeto-piloto vai contribuir muito para o crescimento dos jovens da rede pública do Paraná”, ressaltou o deputado republicano.

Após a assinatura do convênio com o CNPq, órgão federal para onde foram destinados inicialmente os recursos para que sejam repassados à Fundação Araucária, os projetos começarão a serem executados.

Texto: Ascom deputado Aroldo Martins

Assuntos Relacionados

CategoriasEmendas Notícias

Tags » » » » »