Rádio Câmara – Voz do Brasil

20 de janeiro de 2022
Voz do Brasil

Aroldo Martins (Republicanos-PR) analisa que as votações da Câmara, algumas vezes, priorizam setores da economia que não representam a grande massa da população.

Na opinião do parlamentar, a distância entre os interesses dos cidadãos e as propostas aprovadas acabam distanciando o Parlamento da sociedade.Aroldo Martins analisa que os deputados, como representantes do povo, deveriam priorizar as pretensões da coletividade e do bem-comum.

Para ele, a influência de grupos organizados, por meio de lobistas, na pauta da Casa, pode prejudicar e distorcer a imagem do Parlamento.

A Câmara, que representa o povo, ela sempre busca legislar em favor da população e, principalmente, ela deve legislar em favor daqueles que não têm voz.

Eu gostaria de ver uma Câmara mais humana. Uma Câmara mais voltada para aqueles que não têm voz, aqueles que mais sofrem, aqueles que são mais necessitados… uma Câmara mais humanista, acolhedora e social, não apenas no sentido daquilo que aprova, mas também, no sentido da sua comunicação à população.

E aí, nós iríamos mudar, diante da população, a ideia errônea que muitos têm da Câmara dos Deputados.


Áudio entre 8:59 e 10:27 minutos do programa A Voz do Brasil em 20/01/2022.

Fonte: RÁDIO CÂMARA – A VOZ DO BRASIL


Acompanhe nosso trabalho!
#VemSerDeputadoComigo
#JuntosSomosUmaFamília
#DeputadoMunicipalista

Assuntos Relacionados

CategoriasNotícias

Tags